Pular para o conteúdo principal

Cadê os Méritos da Jumenta?


Números 22:21-41

Para quem acha que Deus usa o homem de acordo com seus méritos, eis a pergunta: Que méritos tinha a mula que Deus usou para falar com Balaão?
Geralmente o homem busca em si mesmo motivos para ser usado por Deus, algo que o faça digno de ser um grande profeta, pastor ou algo do tipo, e por isso faz grandes ofertas, pensa que por ter entregado o dízimo; Deus está obrigado a falar em seus lábios, muitos fazem sacrifícios tolos, jejuam a ponto de prejudicar a própria saúde, para depois apresentarem isso a Deus como se tal coisa pudesse constrangê-lo em seu favor.
Tudo que fazemos para Deus deve ser por gratidão, e não para exigir algo em troca, infelizmente isso é uma prática em nossos dias: Fazer para receber, ao invés de fazer para agradecer.
A graça de Deus é a única causa de sermos usados por Ele, é claro que devemos viver uma vida de santidade, de devoção e de amor a Deus, porém sem querer me valer disto para exigir que Deus me use, me usando ou não, viver corretamente diante de Deus é um dever cristão, e se por sua graça Deus desejar me usar eu Bem-Aventurado o homem que sou, mas nunca merecedor. Santidade é uma questão de dever e não de mérito. E se deixarmos de viver uma vida de santidade de amor ao reino de Deus por saber que isso não credita méritos, estaremos mostrando que até então tudo o que fizemos foi para ter méritos e não por amor ao reino de Deus.
Muitos se valem da forma com Deus lhes usa para se imporem diante de outras pessoas, se passarem por melhores que elas, quando na verdade não são, o fato de termos um grande ministério não faz melhores do que ninguém, mas nos faz servos de todos.
Só é alvo da graça quem está debaixo dela, aquele que reconhece que não tem mérito algum diante de Deus, que é totalmente dependente dele. Ou você vale da graça e de Deus ou está por sua conta, por conta de seus méritos que jamais vão te tornar digno de ser usado por Deus, a não ser que Ele por si mesmo queira fazê-lo.
Há quem diga: Deus me usa porque sabe que sou fiel, temente, correto. Ledo engano, Deus o usa por graça, para abençoar outras vidas, e não como um fim em si mesmo. A graça de Deus nos torna todos iguais, nos nivela, Deus tem um filho primogênito, e não filhos prediletos. Se há alguém que tem méritos diante de Deus esse é Jesus Cristo, todo mérito que poderia ser obtido por alguém perante Deus está em nele, e é por isso que tudo que pedimos ao pai; pedimos em nome de seu filho Jesus. Se nossos méritos servissem para Deus oraríamos ao pai em nosso próprio nome e tudo seria feito.
Você imagina aquela jumenta apresentando seus méritos a Deus? Você acredita ter algum mérito diante de Deus que o obrigue a usá-lo, alguma coisa que você tenha feito que leve Deus a ter que retribuir alguma coisa a você? Nossas boas obras para Deus ou para o nosso próximo não torna Deus nosso devedor.
Inverta a ordem não faça para receber, faça para agradecer. Deus não espera encontrar méritos em nós, e sim gratidão pela graça dispensada na cruz a todos nós.

Pr. Edmilson P. Fernandes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Barganha X Propósito

Quase sempre que se fala em votos, ou propósitos, pensa-se em dinheiro! Fica a impressão de uma barganha permitida entre Deus e o homem.
Um dos textos mais usados para falar sobre propósito é este:
Gênesis 28: 20-22 "Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista, de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus; e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo".
Será que Jacó fez uma barganha com Deus quando prometeu dar o dízimo?
CLARO QUE NÃO! 
Ele fez um propósito


Barganhar é o mesmo que trocar, e propósito é uma grande vontade de realizar e/ou alcançar alguma coisa. Em uma barganha  não há preocupação entre as partes quanto a intenção da troca, e sim em não sair perdendo, portanto a troca precisa agradar todos os lados. A barganha em hipótese alguma agrada a Deus pois, não há co…

A espada de Deus está ao seu favor ou contra você?

Quando o Senhor se torna adversário de um profeta. Números 22, 24
                Lá estava Balaão junto ao rio Eufrates quando mensageiros enviados por Balaque rei dos moabitas; rogaram-lhe segundo as palavras de seu rei, que Balaão fosse com eles para amaldiçoar o povo de Israel que vinha do Egito e era muito numeroso e acampara defronte de as suas terras causando medo em todo o povo. Balaque acreditava que como profeta o que Balaão amaldiçoasse seria amaldiçoado, e o que Balaão abençoasse seria abençoado, então desejou que Balaão profetizasse em seu favor e dos moabitas para que guerreassem contra os Israelitas e vencessem esta guerra. E enviou insistentemente mensageiros para trazerem Balaão ao seu encontro.                 Balaque comprometeu-se a honrá-lo grandemente, e Balaão recusou a oferta mesmo que esta fosse a casa do rei cheia de prata e ouro, e consultando ao SENHOR sobre o que fazer, a ordem foi para Balaão ir com os mensageiros caso eles voltassem para chamá-lo, e pela ma…

Encarando a Tempestade

MATEUS 14:22-27


Jesus ordenou que os seus discípulos entrassem no barco, e fossem adiante para o outro lado, enquanto ele despedia a multidão, logo em seguida ele foi orar. Tempos depois enquanto ele estava no monte o barco com os discípulos já estava em alto-mar sendo açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário.
Como explicar que os discípulos obedecendo uma ordem de Jesus, acabaram enfrentando uma grande tempestade em alto-mar, enquanto ele estava só em terra firme ?
Nem sempre uma ordem de Deus poderá ser cumprida sem problemas, é muito provável que enfrentaremos alguma adversidade, mas Deus é o responsável pela missão que dá e a conduz como quer.
Deus não nos chama para fazer em nossa vida tudo o que queremos, mas para atender a propósitos que vão além das nossas vontades.
Nos mandar ao mar, ou para terra firme, faz mais diferença para nós do que para Deus, isso porque ele tem poder sobre todas as coisas, e nós preferimos as coisas que achamos que podemos controlar.
Os discípulos…